ISArC Discute Desafios da Avaliação no Ensino de Artes

Iniciou hoje (1 de Março) um seminário psico-pedagógico, de dois dias, no Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC). O evento tem como objectivo reflectir sobre temas como a Problemática da Fraude Académica em Moçambique; Curadoria e Conservação de Arte; e Avaliação no Ensino de Artes, em particular do Design e Artes Plásticas.

Intervindo na abertura do seminário, o Director-Geral Adjunto para Área Científico-Pedagógica, Prof. Doutor Isaú Meneses, disse que a abordagem dos temas arrolados para o debate constitui desafio também para o Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional e algumas universidades.

No primeiro dia, o tema abordado foi “Avaliação no Ensino de Artes: Um Olhar Sobre o Design e Artes Plásticas”, apresentado por um painel composto por três docentes, nomeadamente a Dra. Ana Karina Gonçalves, Dr. Félix Mula e Dr. Tembo Sinanhal. Os palestrantes debruçaram-se sobre os diversos desafios envolvidos na prática do ensino de artes, especialmente sobre “qual a forma ideal de avaliar?”

Ainda na ocasião, foi apresentada pelo Director-Adjunto da Faculdade de Estudos da Cultura para Área de Extensão, Dr. Marcos Domingos, uma breve informação sobre o trabalho de preparação do Quadro Curricular do ISArC, que aguarda a sua aprovação, num momento em que o ISArC já aprovou a sua Política de Investigação, o Regulamento Pedagógico Revisto e o Regulamento de Pós-Graduação

O Director-Geral Adjunto aproveitou a ocasião para apelar aos docentes a adoptarem uma postura de cometimento no exercício das suas funções, para que o seu desempenho no presente ano seja ainda maior e melhor.

O seminário psico-pedagógico enquadra-se nos esforços que o ISArC tem empreendido com vista a garantir a qualidade do ensino.